Imprensa

Notícia Coprel Release

Voltar
  • 01.01.2021

  • #SomosCOOP

Jovens encontram na família incentivo para continuar nas propriedades rurais

Compartilhe:

A determinação dos jovens, aliada ao incentivo e apoio da família, é muito importante para que os filhos fiquem no interior, continuando o trabalho dos pais. Foi o que aconteceu com Janquiel Zanco, de 23 anos. Em conjunto com os pais Paulo e Marinete, o jovem investiu na propriedade, agregando mais uma atividade para geração de renda: a criação de galinhas para a produção de ovos. A família também se dedica na produção de leite, com 13 vacas em lactação. Assim como o trabalho com o aviário, a atividade leiteira exige dedicação diária.

A agroindústria de ovos existe desde o ano passado, e está instalada junto à propriedade da família em Linha Laranjeira, interior de Marau. Este é o local onde o jovem passa a maior parte do dia, trabalhando na organização e limpeza dos ninhos e coleta dos ovos. Ao mês, a média de produção é de 3.200 dúzias, que são comercializadas na cidade de Marau.

Além de Janquiel, Paulo e Marinete têm duas filhas: Camila e Cassiana, que residem na cidade. A expectativa é de que Janquiel siga no interior, investindo e trabalhando no negócio familiar. A decisão do filho investir na propriedade é motivo de alegria para Paulo. “Ficamos felizes quando vemos que o trabalho está dando resultado. É muito importante incentivarmos e trabalharmos juntos, pois temos a garantia de que ele irá administrar e conduzir a propriedade futuramente”, destaca.

O jovem, formado em Desenvolvimento Rural, retornou ao interior para ajudar e estar mais próximo à família. A ideia de iniciar um novo negócio partiu dos pais e está dando certo. “Nós começamos às 5h da manhã dando ração às galinhas e fazendo a abertura dos ninhos. Por volta das 7h30min recolhemos os ovos e trabalhamos até o meio dia na limpeza, pesagem e ovoscopia. À tarde, as galinhas são soltas, conforme o sistema de semi-confinamento”, explica.

Para a produção de ovos é preciso, em média, de 16 a 17 horas de luminosidade, e a energia elétrica da Coprel é fundamental para garantir o tempo necessário. “Sem a energia não teríamos um pico tão alto de produção. Ela nos ajuda muito, pois além da luz solar, precisamos complementar 5 horas de luminosidade com a energia elétrica. A Coprel é nossa grande parceira”, ressalta Janquiel.

Gabriel, de quatro anos, é sobrinho de Janquiel. O menino já acompanha os passos do tio na propriedade. O trabalho, carinho e cuidado com os animais é exemplo repassado de gerações na família Zanco. Com energia de qualidade, a família pode permanecer unida, fazendo o que gosta no meio rural.

Deixe seu comentário